Deputado Mauro Carlesse e Governador Marcelo Miranda

O presidente da Assembleia, deputado Mauro Carlesse (PHS), cobrou informações do Governo do Estado sobre as operações de crédito autorizadas pela Casa no ano passado, junto à Caixa Econômica Federal e ao Banco do Brasil, que somam R$ 600 milhões.

Em julho de 2017, o plenário da Assembleia autorizou o Executivo a contrair empréstimo de R$ 146,7 milhões com o Banco do Brasil e em outubro de R$ 453,2 milhões, na Caixa Econômica Federal.

Entretanto, segundo Carlesse, o Governo ainda não prestou informações aos deputados sobre o andamento das operações de crédito, a exemplo da previsão de finalização dos procedimentos licitatórios, início e conclusão das obras contempladas nos empréstimos.

“A presente indagação justifica-se pela importância de tais obras para o desenvolvimento do Estado, dos nossos municípios e, consequentemente, a melhoria da qualidade de vida do povo tocantinense”, explicou Carlesse em ofício enviado nesta quinta-feira, 18, ao governador Marcelo Miranda (PMDB).

Municípios

Graças a emendas modificativas apresentadas pelos deputados os recursos dos empréstimos vão beneficiar todos os 139 municípios tocantinenses com recursos superiores a R$ 200 milhões. Os recursos são provenientes de R$ 50 milhões, que seriam destinados à construção do anexo da Casa de Leis, e de R$ 91.780.000, resultado de negociação entre os deputados e o Governo do Estado. (Rubens Gonçalves)

 

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.