Casal recebeu socorro mas morreu no HRA

A Polícia Civil concluiu o inquérito sobre a morte do casal Brenda Lima e Lucas Rocha, em um acidente de trânsito na noite de 1º de janeiro. O policial militar Sayno Oliveira Silva, de 42 anos, deve ser indiciado por homicídio com dolo eventual, quando o infrator assume ou aceita o risco de causar um dano.

O acidente que causou a morte do casal aconteceu no perímetro urbano da BR-153 em Araguaína. O militar estava em um carro, seguindo no mesmo sentido da motocicleta em que estavam Brenda Lima e Lucas Rocha. Conforme testemunhas, na entrada do bairro Nova Araguaína, o carro colidiu com a motocicleta, que foi arrastada por vários metros. As vítimas foram socorridas, mas morreram no hospital.

De acordo com as investigações, o policial dirigia em alta velocidade e embriagado. Além disso, Silva também fez disparos no local do acidente para tentar espantar as testemunhas.

Motocicleta ficou destruída

Veículo envolvido no acidente

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.