Foto que estevão postou em uma rede social
Foto que estevão postou em uma rede social

Dois dias após deixar a prisão por meio do beneficio da liberdade provisória, expedida pela juíza da Comarca de Araguatins, Nely Alves da Cruz, um dos mentores do assassinato brutal do dentista, Clébio Pereira Guedes, já estava tranquilo postando fotos e fazendo diversos comentários nas redes sociais, como se nada tivesse acontecido.

A indiferença de Estevão Emílio Castro Almeida se contrasta com as fortes acusações que pesam contra ele, frutos do inquérito policial que desvendou a morte de Clébio e das denúncias feitas pelo Ministério Público.

Estevão é acusado dos crimes de homicídio duplamente qualificado, formação de quadrilha, furto e ocultação de cadáver. Estevão Emílio e o pistoleiro Antônio Mendes Nonato, sequestraram o dentista no dia de 7 de março de 2015, nas proximidades de sua residência. Clébio foi levado para Araguatins e executado com três tiros. Seu corpo foi escondido em uma mata próximo a rodovia BR-230.

Clébio foi assassinado com requintes de crueldade
Clébio foi assassinado com requintes de crueldade

Após intenso e rápido trabalho investigativo da Polícia Civil, o corpo de Clébio foi encontrado no dia 16 de março.

Neste domingo, 8, já em liberdade, Estevão postou uma foto das redes sociais, onde mostra seu novo estilo de vida, e insinuou não estar preocupado com os comentários da sociedade sobre sua liberdade. Na imagem, deletada na manhã desta segunda-feira, 9, Estevão aparece e não mostra o rosto, apenas de perna cruzada em uma confortável sala de estar, assistindo TV e mandando recados.

Estevão, acusado de matar o dentista foi solto neste sábado 07
Estevão, acusado de matar o dentista foi solto neste sábado 07
Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.