A verba de R$ 400 mil que seria para a organização da festa será aplicada em melhorias e ampliação do terminal
A verba de R$ 400 mil será aplicada em melhorias e ampliação do terminal

Em coletiva de imprensa realizada na tarde desta quarta-feira, 27, o prefeito de Araguaína, Ronaldo Dimas, anunciou a não-realização do Carnaval 2016. Os recursos de R$ 400 mil, que seriam utilizados na festa, serão utilizados na reconstrução do Terminal Rodoviário. Além da adequação das ruas de acesso ao terminal, serão construídos 22 novos guichês, as salas de espera serão climatizadas, terão novos banheiros com fraldários e sala específica para a Polícia Militar.

O local ganhará também jardinagem, área administrativa, novos restaurantes e lanchonetes. Os portões de embarque e desembarque terão catracas de acesso, onde será também implantado o sistema de bilhetagem eletrônica.

O prefeito explicou que o dinheiro que seria gasto não daria para fazer um evento atrativo diante da crise financeira. “Para fazermos um Carnaval com bandas nacionais não teríamos recursos e com bandas regionais se tornaria repetitivo, visto que eles já cantam em outras festas no decorrer do ano. Com a reconstrução da rodoviária, acreditamos que estamos indo ao encontro do anseio da população, que terá aumento da segurança no local e conforto. Além de dar nova visibilidade à cidade”, acrescentou.

Prioridade
Dimas falou ainda sobre a escolha da obra para o investimento dos recursos.  “Acreditamos que a aplicação dessa verba no terminal atenderá melhor à população e todos serão beneficiados. E a rodoviária também é um local de alegrias, o ponto de encontro de muitas famílias, o local atenderá a nossa comunidade e também daquelas pessoas que passam por aqui”, destacou.

O presidente da Agência Municipal de Transporte e Trânsito (AMTT), Gustavo Fidalgo, lembrou que o terminal está há 38 anos sem reforma. “Acreditamos que toda a comunidade ficará feliz. Nosso objetivo é oferecer melhorias. Quem passará por nossa cidade também será beneficiado com uma sala climatizada que será construída, para abrigar aquelas pessoas que ficam até 10 horas, por exemplo, aguardando o transporte”, completou.

O secretário executivo da Educação, Cultura, Esporte e Lazer, Wilamas Ferreira, lembrou que a não-realização da festividade foi acertada, apesar da tradição cultural. “Acredito que cancelar um evento que é uma festividade tradicional não é bom em termos culturais. Mas achei plausível a decisão do prefeito e que esta construção é necessária diante da crise que passa não só Araguaína, mas o país”, pontuou.

Participaram também da coletiva o presidente da Câmara Municipal, Marcus Marcelo, e os vereadores Luzimar Coelho, Divino Bethânia Júnior, Aldair Costa (Gipão) e Terciliano Gomes.

Licitação
A licitação foi publicada na tarde de hoje no Diário da Prefeitura Municipal. A previsão de abertura será dia 22 de fevereiro, em seguida após um prazo de até 45 dias será a contratação da construtora responsável pela execução da obra. A mesma terá um prazo de aproximadamente 180 dias para a execução da obra.

Terminal Rodoviário
Para a reconstrução do Terminal Rodoviário serão investidos R$ 600 mil, com recursos próprios do Município. O terminal hoje ocupa uma área de 20 mil metros quadrados e é o principal ponto de conexão de ônibus para viagens intermunicipais e interestaduais.

No local, há lojas populares e estabelecimentos de médio padrão, que serão relocadas em partes durante a reconstrução.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: jornalismo@nortedotocantins.com.br que iremos analisar.